Clipart

Onde utilizar cada tipo de madeira

Veja quais são as madeiras mais indicadas para a construção civil e para móveis:

Estrutura do imóvel (pilares etc): São indicadas as madeiras de alta densidade, mais resistentes. De forma geral, quanto mais pesada for a madeira, maior é sua durabilidade e resistência mecânica. Além disso, é importante observar as que possuem maior proteção natural contra fungos, cupins e umidade. Por isso, as melhores opções para fins estruturais são: Maçaranduba, Jatobá, Cumaru, Itaúba, Pequiá e Tatajuba.

Telhados: Existem algumas opções, mas cada uma delas possui um ponto negativo. O cambará é indicado, mas atrai cupins devido à grande quantidade de amido presente em seu alburno. A garapeira é ótima, mas precisa ficar protegida das chuvas pois tem a facilidade de apodrecer. Já a cupiúba e o angelim-vermelho são bons por serem bastante resistentes, mas seus odores são fortes e desagradáveis, especialmente quando expostas à umidade. Uma das melhores opções ainda é a peroba-rosa.

Guarnições e lambris: Em guarnições, o ideal é utilizar madeiras de fibras retas e secas em estufa, que não se movimentam e, conseqüentemente, não empenam com facilidade. Bons exemplos são: cedro-rosa, jequitibá-rosa e angelim-pedra. Já para lambris, prefira os tipos de madeira mais macios e fáceis de trabalhar, a exemplo do cedrinho, freijó e caixeta.

Portas e janelas: São escolhidas, antes de tudo, pelo custo e facilidade de manuseio e, em menor escala, pela durabilidade. Assim, as madeiras que têm sido mais usadas na fabricação de portas e janelas são o mogno, a imbuia e o ipê-amarelo, que apresentam a melhor relação custo-benefício.

Casas: Quem quer ter uma casa toda de madeira precisa ter o cuidado de fazer um tratamento químico de solo ao redor do imóvel para driblar um possível aparecimento de cupins. Com este tratamento, garante-se cerca de 5 anos de proteção. Além disso, adquira uma madeira que tenha passado por um processo completo de secagem, que tenha alta resistência natural contra o ataque de fungos e cupins e que seja resistente à umidade. Se a parede recebe muita incidência solar ou de chuva, deve ser impermeabilizada todos os anos. Caso contrário, uma periodicidade de 2 anos já garante a beleza e resistência da madeira.

Móveis: Existem modelos de madeira maciça, de MDF, de aglomerado e de compensado. No entanto, os móveis feitos de madeira maciça apresentam significativas vantagens por serem mais resistentes e originais, devido à beleza natural de suas fibras e colorações que conferem um aspecto único a cada peça. As madeiras mais usadas para fabricação de móveis são: Cedro, freijó, cerejeira, carvalho-branco, imbuia, mogno, pau-ferro, pau-marfim, ipê, louro-vermelho, louro-preto, teca, pínus e eucalipto.

OBS: Fique atento ao clima, já que ele pode influenciar muito na durabilidade da madeira. Algumas indicações:

Locais secos e quentes: Maçaranduba e Itaúba
Locais úmidos: Aroeira
Todas as condições climáticas: peroba-rosa.